12 de julho de 2017

Dia do Engenheiro Florestal

  A profissão de engenheiro florestal está prevista na Resolução nº 1.048/2013 do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), que consolida as áreas de atuação, as atribuições e as atividades profissionais relacionadas nas leis, nos decretos-lei e nos decretos que regulamentam as profissões de nível superior abrangidas pelo Sistema Confea/Crea. A resolução faz menção à Lei nº 4.643/1965, que determina a inclusão da especialização de engenheiro florestal na enumeração do art. 16 do Decreto-Lei nº 8.620, de 1946, que dispõe sobre a regulamentação do exercício de profissões.

  Já as atribuições da profissão estão descritas no art. 10 da Resolução nº 218/1973, do Confea: compete ao engenheiro florestal o desempenho de atividades referentes à Engenharia Rural, construções para fins florestais e suas instalações complementares, silvimetria, inventário florestal, melhoramento florestal, recursos naturais renováveis, ecologia, climatologia, defesa sanitária florestal, produtos florestais, sua tecnologia e sua industrialização, edafologia, processos de utilização de solo e de floresta, ordenamento e manejo florestal, mecanização na floresta, implementos florestais, economia e crédito rural para fins florestais, seus serviços afins e correlatos, permitindo igualmente certa flexibilidade de acordo com os currículos dos cursos.

 

Fonte: Confea

Leia Também

CREA-AP NAS REDES SOCIAIS

Av. Raimundo Álvares da Costa, Nº 1597 - Central
Cep: 68.900-915 - Macapá/AP
Telefone/Fax: (96) 3223-0318 / 3223-4008 / 3222-3555

Horário de atendimento ao Público

Das 08:00 às 12:00
        14:00 às 18:00

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amapá